O mercado fecha em:

Quem Somos

Apaixonados por futebol. Loucos por cartola.

O Cartola FC Mix foi fundado por dois amigos de infância que se conheceram em Angola, África. Em um país limitado onde a comunidade brasileira é muito unida, eles criaram uma amizade que dura até hoje. A idéia de criar um blog surgiu após Felipe voltar para Salvador e Gustavo estar próximo de voltar para o Brasil, até como uma forma de manter o contato constante e conhecer um pouco mais desse meio tão diverso que é a internet. O conteúdo do blog não foi difícil de ser escolhido! A pergunta era simples: qual era o assunto que os dois curtem e que dá para ser muito debatido?! Cartola FC, é claro.

No dia 24 de setembro de 2010, Felipe e Gustavo criaram, sem qualquer experiência e conhecimento, o 1º blog: Império do Cartola. Apesar de, na época, o Brasileirão já estar quase na reta final, o Império foi muito bem aceito pelo público e teve um crescimento notável.

Em 2011, o nome Império do Cartola entrou para história e o Cartola FC Mix assumiu o comando. Além do nome, mudamos também o layout e o design, adquirindo um aspecto mais de site do que de blog. Foi, sem dúvida alguma, o ano de afirmação do CartolaFC Mix. Deixamos de ser apenas mais um blog de CartolaFC, para figurar entre os principais portais do fantasy.

Em 2012, com o crescimento das nossas redes socias (@_CartolaFC, @cartolafcmix e facebook.com/cartolafcmix), o sucesso do Cartola FC Mix superou todas as expectativas (que já eram altas), fechando o ano com o recorde de, pela primeira vez, alcançar 1 milhão de acessos mensais.

A partir de 2013, já consolidado, o site se firmou como o maior do CartolaFC. Nossa equipe aumentou, soubemos delegar, buscamos novamente investir em um design limpo, leve e prático. Nossa ambição é impactar o maior número possível de cartoleiros com as nossas dicas e com a nossa atmosfera.

Pois é, quem diria que a partir de zoações no horário do recreio surgiria o maior site de CartolaFC. De leitores à idealizadores. Aliás, o Cartola FC Mix não é só um site de dicas. No nome, o “Mix” já indica que aqui existe mistura, aqui existe diversidade. O site possui um conteúdo variado, com dicas sobre Cartola FC, opiniões, humor, análises, enfim, um site de cartola e futebol. Não prezamos pela formalidade, e nos divertimos escrevendo de uma forma descontraída, objetiva e interativa.

Pelo fato de futebol ser uma religião no Brasil é difícil não confundir descontração com parcialidade. Contudo, apesar de algumas choradeiras, o nosso estilo continua funcionando. Esteja certo de que todos os times serão alvo de piadas, porém, quando o mercado abrir, nós escolheremos os melhores jogadores. Felizmente, temos agradado a maioria.

Chega mais, torne-se um Cartoleiro Mix e seja O CARA em 2017!

CartolaFC Mix: Bem-vindo ao Topo!

NOSSA EQUIPE

FUNDADORES

Felipe Cunha P. de Melo: apesar de praticamente todos da sua família serem pernambucanos, ele faz questão de exaltar que é soteropolitano, diretamente da Bahia. Preguiçoso de manhã cedo, mas bem ativo durante o dia. Poderia ter tirado a cidadania Angolana após ter vivido 5 anos em Luanda durante sua adolescência, mas optou por não ter o trabalho de tirar o passaporte. Afinal, é só começar a dançar Kuduro que o povo já abre a roda achando que tem um africano na festa. Cursa Engenharia Civil na UFPE. É louco por futebol e adora humor/fazer os outros rirem. Como dizia Charles Chaplin, “um dia sem rir é um dia perdido”. Prefere Xbox One em vez de PS4 e FIFA em vez de PES, mesmo tendo jogado Bomba Patch e Winning Eleven praticamente todo dia quando era criança. Assiste, pelo menos, 3 partidas de futebol por semana e é fã de um esquema tático ofensivo e veloz. E, claro, também joga futebol, aliás, isso é uma de suas paixões. Quando tinha 11 anos, começou a estudar num colégio internacional sem saber falar nada de inglês. Mas era só chegar a hora do recreio que a bola de futebol conseguia fazer com que ele se comunicasse com todo mundo sem dizer uma palavra. Pura magia. Na sua carreira como boleiro, já bateu bola com Iniesta e Fábregas e já foi mencionado pelo seu treinador como “The White Ronaldinho”. No cartola, comanda o Oloko Mito.

Gustavo Rocha F. C. da Cunha: brasiliense, com família carioca, e viveu grande parte da infância em Luanda, Angola. Cursa o 6º período de direito na UFRJ e faz estágio no Ministério Público Federal. Apaixonado por futebol em tal proporção que não se lembra da vida antes de gostar e acompanhar futebol. Sócio-torcedor do Flamengo, freqüentador assíduo do Maracanã e admirador do jogo coletivo, dinâmico. Impaciente com esse vício dos goleiros, zagueiros e volantes brasileiros em sair na base do chutão, e com a falta de mobilidade dos nossos meio-campistas. Fã de volantes como Modric, Pirlo, Iniesta, Canteros e etc.. hahaha. Não suporta técnicos retranqueiros e considera o Luxemburgo tão ruim quanto Celso Roth e Renê Simões. Um pouco clubista no CartolaFC, raramente escala uma equipe sem jogadores do Flamengo e nunca, em hipótese alguma, escala jogadores do time adversário. Comandante do Stambos Labols.

ESCRITORES

Augusto Franco: Mineiro de 23 anos, tem como cidade natal Alfenas-MG, porém desde 2 anos de idade reside em Botelhos-MG, pequena cidade com cerca de 16 mil habitantes localizada no sul de Minas Gerais. Engenheiro Civil, graduado na PUC Minas – Campus Poços de Caldas, torcedor do Vasco da Gama e fanático pela grande maioria dos esportes. Joga Cartola FC desde 2007 e ficou em 15º na Liga Nacional e 2º na Liga do Vasco no ano de 2009. No ano de 2015 chegou a ficar entre os 25 melhores na Liga Nacional e terminou o campeonato 169º. Escritor do quadro Unanimidades desde 2016. O nome de seu time é S.C.Magnetic Dagger.

Bruno Blom: Mineiro de 22 anos, cruzeirense e quase graduando em “Ir mal no CartolaFC”. Passa raiva nesse jogo a mais de 7 anos e não consegue largar, inclusive torce contra seu time em prol do cartola. Ama assistir os jogos, principalmente pra acompanhar a pontuação dos seus jogadores, e faz uma aposta louca em cada rodada (DE PREFERÊNCIA VOLANTES), que dá certo em 50% das vezes rs. Atualmente escreve As Muralhas e é responsável pela parte gráfica do site, ou seja, todas essas imagens que vcs vêem por aí haha

Débora Silva: Belo-horizontina e estudante de Administração do Ibmec-MG. Apaixonada por futebol, burlava a proibição paterna para ir aos estádios quando mais nova. É dona do Deh’sastre FC, e espera que mais uma vez o nome do time não faça jus ao seu desempenho.

Denis Xavier: Caiçara de 23 anos, nascido em Santos-SP mas mora em São Vicente-SP. Corinthiano desde criancinha e fanático pelo CartolaFC, joga o game desde 2011. Assiste aos jogos e, quando escala um jogador, conta os pontos que ele faz mentalmente. Costuma variar as formações táticas, mas prefere 3-4-3 em vez de 4-3-3. Vai pelas estatísticas principalmente.
Nunca escala jogador que vai enfrentar seu time (não consegue), é uma regra dele e provavelmente de muitos outros cartoleiros. Costuma escalar 2-3 defensores quando tem “quase” certeza que não levarão gols. É um dos donos da conta @dicasdocartola e comanda o time Dortmund Xavier FC.

Fernando Rennó: Empresário, 33 anos, nascido em São Paulo e morador de São José dos Campos. Formado e pós graduado em ADM de empresas, corinthiano, maloqueiro e sofredor. Sempre jogou Cartola, mas nunca terminava por não ter desafios, mas há 6 anos participa de uma liga valendo $$ com grandes amigos, o que lhe fez ir atrás de todos os detalhes e tem dado certo! Seu time no Cartola é o QUARTA VEZ – OS ANTI PIRA!, em alusão aos 4 campeonatos que ganhou (um ano contabilizaram TURNO/RETURNO por choradeiras de alguns cartoleiros que faziam parte da liga rsrsrs). Foi décimo terceiro colocando do ranking Nacional escalando o time do Tropa de Elite Mix, um dos quadros do Mix. Prefere sempre um esquema tático ofensivo, dando mais valor às possibilidade de gols e/ou assistências do que roubadas de bola. Dificilmente escala um volante de origem, prefere os batedores de faltas, escanteios e com chegada mais à frente. Os maestros. Face: /eusoucorinthians e Twitter: @fernando84renno

Harthur Hipolito: Goiano do pé rachado SIM, mas nem por isso gosto de Pequi. Menino de Estrela do Norte, Goiás. Botafoguense. E não tente mudar isso com o seu bairrismo. Botafogo porque sim. PlayStation e FIFA, por favor. Fã do Ronaldo, Ronaldinho, Neymar e de tudo aquilo que sai do nosso Brasil pra brilhar lá fora! Jogo Cartola desde a 1ª edição. Fiz mais de 100 pontos (109), uma vez, mas também fiz 8. Não gosto de perder nem par ou ímpar… sim, sou Botafoguense! Cantor e Compositor da boa música sertaneja. Estudante de Engenharia de Transportes da Federal de Goiás. Chega de bla bla bla e Let’s play the beautiful game.

Jéssica Sales: 26 anos, mineira uai, pós graduada em Direito, apaixonada por livros e sócio torcedora FA-NÁ-TI-CA pelo Cruzeiro. Comandante do Jehnial FC/FCMix, defende a ideologia de que lugar de mulher é onde ela quiser, inclusive jogando Cartola! Afirma que sabe muito bem o que é impedimento, ok?

João Vittor: Carioca, estudante e amante de Fifa. Como todo menino quando era criança, já sonhou em ser jogador do time de coração. Com o passar dos anos, se apaixonou pelo jornalismo e medicina. Gosta de analisar esquemas táticos, onde comenta muito no seu Twitter pessoal (@joaovittor_07) e, por isso, comanda o Dortmund BFR no Cartola FC.

Lorenza Neves: 29 anos, casada (morando junto), Engenheira de Produção e apaixonada por esportes. Natural do RJ, mora em Botafogo e não poderia ser mais carioca #errejota !!! Ama Praia, Samba e Futebol! É vascaína e muito fã do Neymar. Ama Séries, joga PES e é viciada no Cartola desde que começou nele… em 2015!!! Foi amor à primeira vista! Ficou em 3o por 0,27 em uma liga que valia $$! Não ficou em 2o porque é indecisa demais e trocou jogador de última hora! Em 2016 entrou para o Mix e desbancou todos. Venceu a liga da Equipe. O time dela é o APatroa FC/FCMix! Nada de clubismo! Quase sempre escala bons jogadores, unanimidades e algumas apostas! Para a Lorenza o lema do Cartole é “Confie nas suas intuições!”

Lucas Bertoletti: 26 anos, gaúcho de Porto Alegre, advogado e gremista! Viciado em esportes, preferindo futebol, futsal, surfe e mma. Além disso, é adepto de uma pelada no final de semana. Joga cartola desde o ano da criação, sempre optando por jogadores ofensivos em busca da mitada! O time do Cartola é o famoso “Bertoletti fc” e sempre que possível assiste aos jogos dos jogadores que estão representando o seu time na rodada, questão de dar um apoio moral para o seu time.

Luís Gustavo: Torcedor do Sport Club do Recife. Costuma assistir futebol todos os dias, não importa se o jogo é ao vivo ou um simples VT. Curioso no mundo das estatísticas, encontrou no Cartola a junção perfeita para os números e as partidas do Campeonato Brasileiro. No fantasy game, é o treinador do PeloSportTudo 87 FC.

Maria Gabriella Merendi: 21 anos. Paulista, que já foi paranaense, maranhense, goiana e atualmente é “carioca”. Imaginem essa mistura de sotaques!!! Estudante de Direito na Universidade Candido Mendes, moradora de Niterói – mas essa é uma informação que pode ser ignorada, já que o endereço pode mudar a qualquer momento – e viciada em esportes no geral, principalmente futebol e lógico, nosso querido cartola. Comandante do Schincariol EC/ECMix, declara que o nome do seu time se levou ao fato dela ter cerveja até mesmo no sobrenome.

Michel Zelazny: Natural de São Paulo/SP, está cursando faculdade em Columbia, Nova York. Como todo grande fã de futebol desde criança, sempre sonhou em ser jogador. Depois que encarou a realidade (leia falta de talento), a ideia de trabalhar analisando futebol surgiu. Por adorar acompanhar todos os jogos e tirar estatísticas dos mesmos, é um grande fã de Cartola e espera poder ajudar a todos com seus pitacos.

Pedro Henrique Cordeiro: 19 anos, mineiro de Montes Claros-MG, acadêmico de Direito e técnico em Informática. Atleticano fanático! Gosta de esportes, preferindo futebol, futsal e lutas, e tem como hobbie edições de imagens e tecnologias em geral. Adepto da pelada no fim de semana com os amigos. Atua como CDC nas redes sociais do CartolaFC Mix, já escreveu “As Muralhas” e hoje atua no “Os Penetras”. No Cartola, há 5 anos comanda o copeiro “PHCordeiro FC” (baita criatividade no nome, diga-se de passagem), sempre com a superstição de assistir (quando possível) os jogos dos jogadores que escalou.

Os comentários estão desativados.