O mercado fecha em:
Quero ser sócio

Como ganhar cartoletas no Cartola FC 2017: ganhe C$200 em apenas 5 rodadas!

9 de maio de 2017 - Gustavo
Como ganhar cartoletas no Cartola FC 2017: ganhe C$200 em apenas 5 rodadas!

Seja na vida ou no cartola, a verdade é que o pobre geralmente dança!

No caso do CartolaFC, não existe nada mais frustrante do que definir uma escalação e não conseguir realizá-la por falta de cartoletas.

Pior! Justamente nas rodadas em que você não tem dinheiro, o jogador quem você deixou de escalar alcança pontuações míticas.

A razão deste fenômeno permanece desconhecida, porém sua existência não é mais sequer contestada.

Já dizia o profeta:

“Errais, não conhecendo a valorização dos jogadores, nem seus critérios nas rodadas inicias”.

Todos os cartoleiros iniciam a competição com C$100,00 nos cofres, o que, a princípio, parece um montante interessante. Porém, quem já participou em edições anteriores sabe que esse valor não é suficiente nem para escalar um ataque com Val Baiano, Keirrison e Centurion, quem dirá montar uma escalação minimamente digna!

O recado é bastane claro: Deixe a pontuação em segundo plano para focar em ganhar cartoletas nas primeiras rodadas.

Cada uma das 5 primeiras rodadas possuem regras de valorização distintas.

Sem mais delongas e antes que você durma, vamos às dicas de como escalar um time ideal para as cinco primeiras rodadas:

Ps: se inscreva no nosso canal \o/

QUARTA RODADA EM DIANTE

Saaalve, Salve Cartoleiros! Estamos quase lá! Quem acompanhou as dicas aqui desde a primeira rodada já está bem próximo das tão sonhadas 200 cartoletas, nossa meta com essas dicas.

Antes de começarmos a falar sobre a regra da valorização da quarta rodada, gostaríamos de fazer um breve comentário sobre a regra da terceira rodada. Quando o mercado abriu na última segunda-feira, recebemos dezenas de mensagens de cartoleiros perguntando o motivo dos jogadores que jogaram o segundo jogo (dentre eles Régis e Rodrigo Lindoso) terem desvalorizado. O fato é que a regra da segunda rodada só vale na segunda rodada, ou seja, ela não se aplica se o jogador fizer o segundo jogo em outra rodada. Com a popularização do Cartola, surgiram centenas de blogs que se dizem especializados em Cartola e, infelizmente, às vezes publicam conteúdos sem ter certeza. Portanto, gostaríamos de pedir para que você não acredite em tudo que você ler. Nós do Mix estamos no ar desde 2010 e, inclusive, fomos os primeiros a desvendar o mistério da variação de preço do Cartola FC. Vários sites passaram a reproduzir o conteúdo que aqui produzimos (às vezes copiando na cara dura mesmo) sobre a valorização nas primeiras rodadas e alguns, infelizmente, incluíram algumas “regras” que não se aplicam. Portanto, quando você tiver uma dúvida mais específica, pode mandar uma mensagem pra gente no Face ou no Twitter, que faremos de tudo para conseguir responder. Quanto à regra da terceira rodada, nós havíamos publicado aqui que não valia a pena escalar jogadores que iam jogar o segundo jogo e que tinham sofrido variações de preços bruscas.

Dito isso, vamos seguir em frente. À partir de agora, basta saber administrar seus ganhos da quarta rodada em diante. A única coisa que você precisa saber pro restante do campeonato é que se um jogador foi mal na rodada anterior, e for “menos pior” na seguinte, ele tende a valorizar, ainda que pouco.

 

Portanto, jogadores que negativaram ou não foram muito bem, e devem conseguir uma pontuação de razoável para boa, são ótimas opções. Colocando de outra forma, jogador que desvalorizou tende a valorizar, e jogador que valorizou tende a desvalorizar. Outra coisa a se ter em mente é que, assumindo a mesma pontuação, um jogador caro valorizará menos do que um jogador barato, e um jogador barato desvalorizará menos do que um jogador caro.

Vale ressaltar que caso um jogador valorizado acabe mitando novamente na rodada seguinte, ele poderá valorizar novamente ou, na pior das hipóteses, sofrer uma desvalorização bem pequena. A mesma coisa para um jogador desvalorizado: se ele for mal, ou valorizará bem pouco, ou desvalorizará mais ainda, a depender do seu preço.

ATENÇÃO: Existem outros 2 importantes fatores de valorização que você deve conhecer para ganhar cartoletas sempre que precisar ao longo da temporada.

Jogadores expulsos, lesionados ou barrados

Apesar de pontuar “0.00” nas rodadas em que estiver fora por motivo de expulsão, a pontuação que conta para a valorização desse jogador é a da rodada em que ele foi expulso. Por isso é sempre interessante você saber quem foi expulso e o quão negativa foi a sua pontuação e desvalorização, visto que são excelentes fontes de cartoletas.

O mesmo que acontece na expulsão, vale para um jogador que conseguiu boa pontuação e por algum motivo ficou de fora de uma ou mais rodadas.

Digamos que um jogador fez 28 pontos em sua última partida mas o técnico do time ficou puto por não ter escalado o cara e então decidiu barrar o jogador. Aí o time perde 4 partidas seguidas, e o técnico já com a corda no pescoço, decide “dar outra chance” ao jogador. Caso queira valorizar, ele não é uma opção recomendável!

Estreantes

Para os jogadores estreantes o critério é o mesmo da primeira rodada. Evite escalar estreantes muito caros quando quiser valorizar.

É isso, galera… Esperamos que vocês estejam próximos das 200 cartoletas, e que consigam atingi-la até a quinta rodada. Mais pela sensação de dever cumprido, do que pela necessidade de fato. Com 180 – 200 cartoletas já dá para montar praticamente o time que você quiser.

Cabe a você agora decidir se vai seguir na luta pelas cartoletas ou brigar pelos pontos. Independentemente do caminho pelo qual você optar, você já tem uma base pro restante do campeonato.

Bom, então é isso aí. Sucesso na temporada!

Forte Abraço!


TERCEIRA RODADA

Primeira e segunda rodada já passaram! Espero que você já tenha conseguido aumentar o seu patrimônio de forma significativa. Seu último grande desafio é a terceira rodada, essa sim…

Essa, na minha opinião é a rodada mais complicada de todas. Não só os ganhos são menores, como os critérios são mais obscuros.

Muita gente se enrola na terceira rodada.

Dê preferencia a jogador de preço médio ou baratos e com pontuação próxima a média ideal. Como assim? Explico…

O critério de valorização da 2ª para 3ª não é o mesmo. A 3ª rodada é, na prática, uma rodada de transição entre o sistema de valorização das primeiras rodadas e o sistema que irá vigorar pelo resto do campeonato.

O cenário ideal é que você busque escalar um jogador que seja barato ou que custe até 17 cartoletas, e que não esteja nem muito desvalorizado nem muito valorizado.

Por mais óbvio que possa soar, nossa dica para essa rodada é você escolher jogadores que devem pontuar bem e, para reduzir o risco de perder patrimônio, não escalar jogadores que estejam ou muito desvalorizados ou muito valorizados. Opte, se possível, por jogadores baratos ou com preços razoáveis, e com boa expectativa de pontuação para a rodada. Resumindo: a pontuação é o que mais importa nesta rodada; tanto jogadores desvalorizados como valorizados podem valorizar!

Exemplos: Fábio Santos (Atlético-MG), Felipe Santana (Atlético-MG), Pratto (São Paulo), Vladimir Hernández (Santos), Reinaldo (Chapecoense), Wellington Paulista (Chapecoense), Guilherme Arana (Corinthians), Cazares (Atlético-MG)…

Atenção 1 – Assim como nas últimas 2 rodadas, jogadores baratos que estejam estreando são boas opções!

Atenção 2 – Jogadores que só participaram de 1 rodada podem ser escalados, porém sua média de pontuação está mais suscetível a flutuar nesta rodada. Contudo, se ele não sofreu nenhuma valorização ou desvalorização brusca, permanece como boa opção.

Atenção 3 – Se um jogador está um pouco desvalorizado ou se um jogador possui uma média de pontuação um pouco abaixo da qual é esperada para o seu preço, mas você está confiante de que ele conseguirá uma ótima pontuação nessa rodada, não deixe de escalá-lo.

Bom, por enquanto é isso. Boa sorte a todos!


SEGUNDA RODADA

Salve, galera! Conseguiram um trocado na 1ª rodada? Provavelmente sim! O cartoleiro mais rico do Brasil já tem C$181,00. Impressionante! Nós avisamos que as variações de preços dos jogadores na primeira rodada são absurdas. O Nino Paraíba, por exemplo, valorizou 14 cartoletas. Já o Weverton desvalorizou 10 cartoletas… espero que nenhum de vocês tenha apostado nele!

Aos que não conseguiram aumentar o patrimônio de forma significativa, não se preocupem, ainda dá tempo de ficar rico. Para os que estão ostentando, cuidado para não perder tudo que conquistaram!

Eis aqui mais uma rodada crucial que pode te comprometer (e muito!) em se tratando do ganho de cartoletas. Aqui a porra começa a ficar séria, e caso você não conheça bem o funcionamento do jogo, é muito fácil perder suas cartoletas tão queridas e suadas conquistadas anteriormente.

“Como assim Cartola FC Mix?”

A regra para valorização nessa rodada é a média ao final da 2ª rodada pelo preço atual.

Vamos aos exemplos:

Nino Paraíba fez 22.80 pontos na primeira rodada – gol, assistência e SG… que combo – e seu preço subiu para C$21.08. A média de pontuação estimada para um jogador de 21 cartoletas é de aproximadamente 8 pontos. Isso significa que para valorizar nessa rodada, basta o Nino Paraíba ter, ao final da 2ª rodada, uma média de pontuação superior a 8 pontos. Como ele já fez 22.80 pontos na primeira rodada, mesmo que ele zere sua pontuação na segunda rodada, sua média será de 11.04 pontos (22.08 + 0.00 = 22.08/2 = 11.04).

OU SEJA, como essa média de 11.04 pontos é mais do que se espera para um jogador que custa C$21.08, mesmo com uma pontuação ridícula, Nino Paraíba sofrerá valorização.

Vejamos agora um exemplo inverso:

Weverton fez -7.20 na primeira rodada e seu preço caiu de 17 para aproximadamente 7 cartoletas. Seguindo a lógica acima, espera-se de um jogador desse preço uma média de aproximadamente 2.5 pontos para valorizar. Logo, para que o arqueiro termine a segunda rodada com uma valorização, seriam necessários, no mínimo, 12.2 pontos, já que: -7.20 + 12.2 = 5. Logo, a média seria 5/2 = 2.5 pontos.

OU SEJA, mesmo que Weverton conseguisse fazer 12 pontos jogando contra o Grêmio, e alcançasse uma média geral de 2.5 pontos, sua valorização seria ínfima, muito pequena. Para conseguir uma boa valorização seriam necessários mais de 12.2 pontos do goleiro.

Em resumo, escale jogadores que VALORIZARAM na primeira rodada e que você acha que irão mandar bem na segunda rodada. Dessa forma, esses jogadores irão manter uma média alta (em relação ao seu preço) e, consequentemente, irão valorizar.

LEMBRANDO! Caso o jogador ainda não tenha estreado, vale a regra da RODADA #1


PRIMEIRA RODADA

Definitivamente a rodada mais importante do ano em relação ao aumento de patrimônio. Essa é uma rodada na qual muitos competidores conseguem tranquilamente ganhar 30 cartoletas. Alguns (e não são poucos) conseguem aumentar seu patrimônio em mais de C$ 50,00.

Quanto menos você investir na primeira rodada, melhor! Por quê? Nessa rodada os preços mais extremos tendem a se aproximar da média do mercado.

Traduzindo: Um jogador barato precisa de menos pontos que um jogador caro para valorizar na primeira rodada.

O segredo é escalar jogadores mais baratos que você acredita que conseguirão uma pontuação positiva. Monte um time em que a maioria dos seus jogadores custem menos de 6 cartoletas, evite arriscar muito aqui, no máximo uma única, ou duas exceções.

Aqui temos dois exemplos pra que você entenda melhor a mecânica do jogo nessa rodada:

Fred vale 24 cartoletas. A expectativa de pontuação média para um jogador que custa 24 cartoletas é de aproximadamente 9 pontos. Ou seja, qualquer pontuação que o Fred obtiver abaixo desses 9 pontos implicará em uma desvalorização.

Se fizer somente 5 pontos, pode desvalorizar de 3 a 6 cartoletas só na 1ª rodada. E mesmo que ele faça 10, 11 ou 12 pontos a sua valorização será baixa. Para um jogador do preço do Fred valorizar bastante na 1ª rodada seria necessária uma pontuação bem significativa, acima dos 15 pontos.

Tanto o atacante Jô (Corinthians) quanto o zagueiro Geromito (Grêmio) custam 5 cartoletas. Isso significa que com qualquer pontuação razoável ambos irão valorizar bastante, já que o mercado não espera uma alta média de pontuação para um jogador tão barato.

Consideremos que o Jô, que enfrentará a Chapecoense, faça somente 1 gol, sofra uma falta ou outra e no total some 11 pontos. Por ser um jogador muito barato, ele irá valorizar entre 5 a 9 cartoletas, por exemplo.

Obs.: Não fique muito animadinho com estreias no decorrer do campeonato, só mantenha a regra de evitar jogadores caros, porque valorizar como nessa primeira rodada do campeonato… nunca mais! Ao longo do campeonato, as variações de preços não são tão gritantes (normalmente de 1-3 cartoletas). São nas primeiras rodadas que os jogadores valorizam/desvalorizam mais. E é na primeira rodada que as variações de preços são as maiores, portanto, aproveite!

Continue nos acompanhando nas próximas rodadas e não deixem de acompanhar o quadro Ficando Rico, que reúne todas as nossas dicas e monta uma escalação com o único propósito de encher o seu bolso de cartoletas.

Forte Abraço!

Gustavo

Gustavo

Um dos fundadores do Cartola FC Mix e dono de um time que muda de nome a cada 5 rodadas. Apreciador do bom futebol, mas não deixa de assistir nem Ceará x Chapecoense se estiver valendo para o Cartola FC!